quarta-feira, 6 de junho de 2007

Poema de Leila Míccolis

Ciclo Lírico:

NOVO AMOR

Meu coração nunca pára
pra comparar, solta amarras,
vive seu tempo presente:
se ferido, em mim se ampara;
mas quando sara e se sente
contente, fica eloqüente,
feito algazarra de araras.

(poema publicado com a autorização da autora)