domingo, 15 de julho de 2007

Guardo-te - Márcia Sanchez Luz - Blocos - Poesia Brasileira Contemporânea



GUARDO-TE

Guardo-te na memória
Como uma grata lembrança!
Alcanço teu desalento
Tua ausência choro e lamento.

Foste caminho inseguro
Apesar de achares que não...
Foste presença marcante
Ainda que não soubesses.

Caminhamos lado a lado
Dividindo nossos livros
Partilhando amigos
Segredos selados...

Visito nossa adolescência...

Tecíamos enredos
Trocávamos medos
E as noites em claro!

Por quê cresceste diferente
Do que havíamos tratado?

© Márcia Sanchez Luz

*Do Livro "No Verde dos Teus Olhos" - Editora Protexto, PR - 2007