quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Catarse - Poesia Temática em Blocos Online

CATARSE

Não te esgueires em falsete
Por não teres pra onde ir.
Pede ajuda, te suplico!
Não quero te ver cair.

Olha a rua que te cerca
Apura teus arredores
Acua-te se preciso!
Não vás perder teu juízo.

Se no entanto
Falseares
Não te abatas
Eu te imploro!

Corre e brada tua catarse
Porém foge de embustes
Não incenses frutos podres
Procura tua essência perdida.

Márcia Sanchez Luz ©

*Do Livro "No Verde dos Teus Olhos" - Editora Protexto, PR - 2007