quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Daphne, por Pedro Du Bois


DAPHNE




Tens o corpo

pequeno
linhas
suaves
pele
alva
olhos
baixos

no entanto
teu sexo
transborda
envolve
revolve
o mundo em volta

teus seios
imploram
o momento.



Pedro Du Bois, em A LEVEZA DO TRAÇO


(poema publicado com a autorização do autor)