domingo, 29 de maio de 2011

Lareira Acesa


Img: Google











 

Em frente à lareira acesa
contemplo o fogo que aquece
e que em brasa, a madeira
meu amor transparece.

Meu coração não te esquece,
não te perde quando sonha!
Enlouquece, entontece,
fica aceso feito chama!

Feito fogo em álcool embebe
fico afoita, doida, rouca!
Desejo-te, tonta e pronta,
te apercebes, me recebes.

Defronte à lareira acesa
aqueço meus sentimentos!
Meus pensamentos se aquietam...
Aquieto-me frente à beleza
que me convida a sonhar...
Com sua chama
com sua calma
acalma meus medos
alerta-me
fita-me
incita-me
faz-me sorrir.


© Márcia Sanchez Luz

* Do livro "No Verde dos Teus Olhos"